terça-feira, 13 de novembro de 2012

Meu inimigo é invisível, cruel e implacável; mas não podemos desistir. (Na luta contra o câncer)

Quando fico sabendo que alguém morreu de câncer a minha reação é sempre a mesma: fecho os olhos, lamento e me sinto frustrado por fazer parte de um enorme exército que perde seus soldados de forma covarde, de forma silenciosa; por vezes não tendo tempo de reagir.

Domingo no final da noite estava fechando a casa e escutei o vizinho comentar com a mãe dele: - O diretor Marcos Paulo da globo morreu hoje de câncer e sinceramente o desânimo bate instantaneamente. É impossível não ter um lapso de “pavor”...impossível.

A mídia mostra somente os casos das celebridades e todos nós sabemos a multidão que morre dessa doença; de anônimos que como eu vivem seus dramas em seus lares com sua família; e que ironicamente demonstra que por mais dinheiro ou condições de tratamento que alguns tenham, às vezes tudo isso não é necessário para controlar e curar a doença.

Um outro fator chave nisso tudo é o tempo pra começar o tratamento. Quando se fala em câncer a palavra “agora” é fundamental; pois infelizmente ela é mais veloz que o nosso Usain Bolt. O Governo demorou; mas começa um pequeno movimento positivo nesse sentido. Mas ainda não é nada.

Quer maior exemplo do que Steve Jobs (CEO da Apple). Um dos caras que possuía tudo o que a medicina poderia oferecer e mesmo assim não sobreviveu. Esse cara era meu ídolo e talvez nas últimas horas de vida, ele entendeu que o dinheiro não é o mais importante (pois não salvou-o) e sim o “legado” que ele estava deixando para o mundo. E definitivamente ele transformou o mundo.

O que eu posso te afirmar é que um diagnóstico de uma doença grave pode ser libertador para o cidadão. É o momento de você ficar nu; de olhar nos fundos dos seus olhos e encarar a realidade que escorre pelo seu rosto e decidir se continua a lutar ou não.

É o momento em que o mais rico se nivela ao mais pobre, o mais forte ao mais fraco e tudo que o mundo hoje prega como status, poder...etc, se torna num gigantesco e silencioso vazio.

Desde que venho vencendo as batalhas contra o câncer, eu também estou construindo o meu pequeno legado, fazendo a minha pequena revolução. Venho passando uma boa educação pro meu filho. Venho convivendo intensamente com amigos e familiares. Venho trabalhando duro pra trazer dinheiro pra casa e descobri também que dividir tudo isso com vocês é uma forma de amenizar as minhas angústias e talvez oferecer algum momento de reflexão pra alguém que passa ou tem algum familiar passando por isso.

Nem tudo é lamento. Existem as histórias vencedoras. A nossa guerra é injusta; mas temos soldados que estão vivos pra tomarmos como exemplo. Caso você queira compartilhar uma história vencedora conosco, me escreva mauricio.parpineli@gmail.com , que coloco aqui no blog - tenho certeza que será muito importante. Vamos ajudar-nos.

O que queria escrever pra vocês hoje é:

FAÇA ALGO DE RELEVANTE PARA ALGUÉM QUE VOCÊ AMA. O que você desejar...sei lá...ligue pra sua tia pra ver se está tudo bem. Vá jantar na sua mãe. Leve seu irmão pra fazer uma caminhada. Se tranque em casa e assista um filme com sua família. Você escolhe !

COMECE A CONSTRUIR O SEU LEGADO AGORA !

E eu te peço. Se você está passando por algo semelhante. Não baixe a guarda. Vamos lutar de pé e a cabeça erguida olhando nos olhos do nosso inimigo.

É isso.

4 comentários:

Prole de Lauro disse...

Tamo junto Mauricio! Na positividade total a gente vence! Um beijo irmão!
Marcão

Maurão disse...

Positividade Marcão.
bj irmão.

Fábio disse...

Força cara! Estou na torcida por ti, te incluí em minhas orações...

Abs

Fábio

Paulo disse...

Olá Maurício! Parabéns pelo blog, já adicionei nos meus favoritos!
O câncer, assim como outras doenças, é um mal que assola muitas famílias brasileiras... Pessoas comuns como a gente.
Infelizmente a sociedade em geral está perdendo alguns costumes essenciais para o bem estar do ser humano, como o exercício físico. Eu era um sujeito obeso, e provavelmente uma pessoa que correria mais riscos na vida, qualquer que seja.
Isso que estamos fazendo hoje (levando uma vida saudável e compartilhando isso) é um modo de conscientizar pessoas comuns, como nós, que as vezes precisam só de um empurrãozinho, e começam a crer que é possível.
Então, por isso, vamos continuar nosso trabalho de formiga, até construirmos nosso império! kkkk

Grande abraço,

Paulo
www.correcoracao.blogspot.com.br