segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Dicas de Saúde

Continuando com as dicas...






Quando o "colesterol bom" aumenta; os riscos de doenças cardíacas diminui.
A prática da atividade física está associada à prevenção das principais doenças cardíacas por contribuir para reduzir alguns fatores de risco, como excesso de gorduras e vida sedentária. A prática prolongada de exercícios tem efeito duradouro sobre as gorduras sanguíneas.
Nos atletas, por exemplo, os níveis do HDL (colesterol bom) são bem elevados. O tratamento do colesterol elevado não deve ser feito somente por meio de atividade física. A reeducação alimentar e medicação controlada completam o "trio de ferro" desse tratamento.
Quanto à intensidade dos exercícios, não são necessários programas vigorosos em exagero para a promoção da saúde, uma vez que a maioria dos benefícios é obtida com níveis moderados de exercícios como, por exemplo, caminhar por 30 minutos quatro a cinco vezes por semana ou 60 minutos três vezes semanais, associado ao fortalecimento muscular por duas vezes.
Para iniciá-la, devem ser tomados certos cuidados para alcançar os benefícios desejados e evitar riscos:
  • Exercite-se apenas enquanto estiver bem;
  • Inicie e termine um exercício sempre de forma gradativa. Evite parada abrupta;
  • Interrompa a atividade sempre que surgirem sintomas, mesmo discretos, de algum problema de saúde;
  • Respeite seus limites individuais. Não os ultrapasse;
  • Evite exercícios vigorosos após refeições;
  • Não considere a sudorese como sinal de limite de um exercício físico. Com a idade diminui a quantidade de glândulas produtoras de suor e, em consequência, calor e esgotamento físico poderão chegar antes de aparecer o suor;

Pacientes com doenças cardíacas, seja em tratamento clínico de doenças cardiovasculares ou após angioplastia ou cirurgia, devem seguir as seguintes recomendações:

  • Inicie a atividade somente depois de receber orientação médica clara e com seus limites para a realização da atividade física ou esportiva desejada. A orientação do médico deve incluir consulta clínica e realização de teste ergométrico;
  • Evite os esportes competitivos e de contato físico;
  • Evite exercícios de musculação ou levantamento de peso sem ordem médica;
  • Informe-se com seu médico sobre o melhor horário para a prática e efeitos dos medicamentos durante a atividade física.

==========================================

O conteúdo foi elaborado pelas equipes médicas e multiprofissionais do HCor-Hospital do Coração.

==========================================

5 comentários:

Mayumi disse...

É... antes de mais nada, consultemos um médico! Não é porque o seu vizinho levanta peso que vc vai poder levantar tb! Rs.

Maurão disse...

Mayumi;
A palavra que manda hoje é o "bom senso".
Queria te parabenizar novamente pela grande prova que você fez na maratona de Nova York.
Belo relato e excelente tempo.
Grato pela visita. Maurão.

Fábio Namiuti disse...

Muito boas (e importantes) as dicas, Maurão. Obrigado por compartilhá-las com a gente.

Abraço e boa semana !

tephyperrone disse...

olá!

muito boas as dicas. quando comecei a fazer reeducação alimentar meu nutricionista comentou sobre esta questão do nível do colesterol bom ser mais alto em atletas.

muito legal seu blog.
boa sorte nas corridas!

Stéphanie

Maurão disse...

Valeu Namiuti, Abraço meu camarada.

Olá Stéphanie;

Que bom que os textos que coloco no blog estão ajudando as pessoas de alguma forma.
Muito obrigado pela visita e fique à vontade para voltar. Abraço.